Menu

Bem Vindos à Clínica DECORação. Nossa equipe de profissionais está pronta para lhe atender. Os pacientes? Sua casa, escritório, quarto, sala, cozinha, ou qualquer outro ambiente que precise passar por uma repaginada no visual. Agende agora mesmo sua consulta!

Horário de atendimento: de Segunda a Sexta das 8h30min às 18h e aos Sábados das 8h30min às 14h
Contato: (11) 3416-6940

segunda-feira, 20 de julho de 2015

7 dicas de decoração para quem tem animais de estimação

Os bichinhos de estimação fazem parte da família e, na maior parte do tempo, estão nos sofás, camas, tapetes ou circulando pela casa.
Essas 7 dicas mostram que é possível ter pets e não abandonar a boa decoração do seu lar. 


fonte: google


1. Piso


fonte: casa.com

Se for reformar, pense bem antes de escolher o piso. Primeiro, fuja de carpetes que acumulam pelos, sujeiras e são super difíceis de limpar. O piso de madeira é uma boa opção, mas cachorros de grande porte podem arranhá-lo com as unhas enquanto correm. Pedras naturais como mármore e granitos são muito porosos e um xixi no local errado pode virar uma mancha permanente. Devido a facilidade na limpeza e ser pouco escorregadio, o cimento queimado é uma ótima opção. Mas, uma opção que agrada a maioria das pessoas, é fácil de limpar e difícil de arranhar, são as cerâmicas, só tome cuidado para que não sejam muito lisas, ficam escorregadias e quando o cachorro corre é mais difícil "frear", o que pode prejudicar as articulações.


2. Pintura

Bichinhos que ficam dentro de casa sempre acabam passando as patinhas nas paredes, portas e batentes para pedir algo, então logo mais, sua parede branquinha estará toda manchada. A dica é aplicar nas paredes uma tinta com acabamento acetinado que, além de ser mais sofisticada, é fácil de limpar.


3. Tapetes

fonte: google

Muitos cachorros, para chamar atenção dos donos, quando ficam sozinhos, fazem xixi nos tapetes, se esse for o caso do seu pet, talvez o melhor seja não ter tapetes. Para quem optar por colocar um tapete, que tem sua importância da decoração, a dica é que seja um tapete de fio curto, para não acumular muitos pelos e ser mais fácil de limpar. A melhor opção de tapete para quem tem pet são os de sisal ou os de fibra sintética que imitam o sisal.


4. Plantas

Plantas são muito utilizadas na decoração de ambientes, mas quem tem um animal de estimação deve tomar cuidado. Se a planta estiver ao alcance do pet certifique-se que não é uma espécie venenosa. Essa dica vale especialmente para os filhotes que são muito curiosos e comem de tudo.


5. Estofados

Para evitar acidentes nos estofados, como puxar linha ou sujeira trazida nas patas, indicamos uma capa sob medida para seu sofá. A capa deverá ser de um tecido com tramas fechadas, como microfibra ou poliéster, para evitar que os bichinhos não enrosquem as unhas e puxem os fios.

 fonte: pinterest



6. Objetos decorativos

O ideal é que fiquem sobre prateleiras para o pet não ter fácil acesso. Mas no caso de gatos, mesmo colocando os objetos sobre as prateleiras é importante que eles não sejam frágeis. Se optar por colocar objetos em locais baixos como mesinha de centro ou rack, opte por itens que não sejam pontiagudos e que sejam mais pesados, afinal você não vai querer seu labrador abanando o rabo e derrubando todos os objetos da sua mesinha.


fontes: pinterest e casa.com



7. Área para o pet

Segundo especialistas em comportamento canino, é importante que os pets tenham seu próprio espaço para brincar e relaxar. Então reserve um espaço na casa, que seja agradável e confortável, para ser o cantinho do seu pet. Lá ele encontrará sua cama e seus brinquedos. Isso evita, caso os donos não gostem, que ele fique no sofá e na cama. Neste, ou em outro espaço, você poderá sempre deixar água fresca e servir sua alimentação.


fonte: pinterest

Autora: arquiteta Ana Brito






segunda-feira, 29 de junho de 2015

Casa Cor 2015

Os ambientes da Casa Cor 2015 foram direcionados por dois principais temas: Brasilidade e Sustentabilidade. Era possível encontrá-los nas composições, tapetes, móveis, decorações e até nos arranjos florais.
A equipe da Clínica Decoração esteve lá e vai mostrar um pouquinho do que a mostra apresentou esse ano.




Casa Flamboyant - arquiteto Dados Castelo Branco


Loft Morar Brasileiro em Miami - arquiteta Myrna Porcaro



Espaço Brasil de Pau a Pique - arquiteto Roberto Migotto



Quarto do menino - designer de interiores Patrícia Pasquini


Estar da Família - arquiteta Paula Magnani


Acqua Que Te Quero Água - arquiteta Brunete Fraccaroli



Apartamento Alto de Pinheiros - arquiteta Cilene Monteiro Lupi


Espaço da Família - designer de interiores Francisco Cálio


Estar São Paulo Rio - M3 arquitetura


Autora: arquiteta Ana Brito















sexta-feira, 19 de junho de 2015

Como escolher o tapete ideal para a sala

O tapete da sala é um item decorativo, deixa o ambiente acolhedor, aconchegante e confortável. Mas além disso, o tapete tem a função de emoldurar os móveis e delimitar espaços.
É muito importante escolher um tapete que se harmonize com a decoração da sua sala, se tiver medo de errar, opte por tons neutros. 
Pode utilizar tapetes mais finos no verão, como o kilim indiano, e no inverno deve abusar dos tapetes de fio alto.
Uma outra dica para não haver erros na escolha do tapete é deixar para compra-ló após todos os móveis estarem no ambiente. Dessa forma, conseguirá visualizar qual o melhor tom para compor com o ambiente.


Nesse projeto foi utilizado um tapete de cor 
neutra, um pouco mais claro que o tom do sofá.
Projeto atw arquitetura

Nessa sala a escolha do tapete está relacionada 
diretamente com as estampas das almofadas e poltrona.
Projeto atw arquitetura


Quanto ao tamanho do tapete, conforme mencionado, ele deverá emoldurar a sala. O melhor é que esteja cerca de 30 a 50 cm por baixo do sofá e que tenha uma sobra de 20 a 30 cm nas laterais do sofá. Por exemplo, se o seu sofá tiver 2,10 m de largura, o tapete deverá ter, no mínimo 2,50 m de largura.
Para entender melhor como deve ficar o tapete em relação aos móveis da sua sala, segue uma ilustração:




















Autora: arquiteta Ana Brito

quinta-feira, 11 de junho de 2015

6 dicas para aquecer a casa no inverno

Redecorar a casa e se preparar para os dias mais frios do ano, pode ser uma tarefa simples e de baixo custo, se o morador investir em peças coringas. Confira essas 6 dicas para deixar a casa quentinha no inverno:

Estofados
Se durante o verão optou-se por tecidos mais frescos, agora é a hora de optar por tecidos que aqueçam, como o veludo, a camurça e o sued, por exemplo. Se não estiver na hora de trocar o tecido dos sofás e poltronas, poderão ser feitas capas sob medida para esses móveis.

Lareiras
Não é necessário quebra quebra para aquecer seu ambiente com uma lareira. Algumas marcas fabricam lareiras portáteis de biofluido, que além de aquecer o ambiente, ainda são objetos decorativos.

Lareiras portáteis
Fonte: Pinterest


Almofadas
São um objeto de decoração super versátil, que podem ser trocados segundo seu humor e as estações do ano. No caso do inverno, opte por cores quentes, como vermelhos e marrons. O enchimento da almofada pode ser o mesmo sempre, troque apenas as capas e já terá uma decoração completamente nova no ambiente. Seja no quarto ou na sala, as almofadas podem tornar o ambiente mais acolhedor e charmoso.

Tapetes
Essa é a estação perfeita para retirar os tapetes dos armários. Se o seu piso for frio, como porcelanato e mármore, use e abuse dos tapetes de fio alto que deixaram o ambiente ainda mais quentinho. Os tapetes são capazes de decorar, promover aconchego, conforto e ainda esquentar os ambientes. Mas é muito importante que o tapete escolhido esteja em harmonia com o restante da decoração.

Xales e Mantas
São leves, contribuem para a decoração, aumentam a sensação de aconchego e ainda podem ser úteis para se cobrir quando o frio aumentar. Podem ser utilizados nos sofás, pufes, poltronas, pés de camas, e onde mais sua criatividade permitir.

Tapete e xale sobre o pufe aquecem o ambiente de piso frio
Fonte: Pinterest



Luzes
Velas e abajures já são itens muito utilizados para decoração de ambientes, no inverno podemos apostar mais ainda nesse tipo de objeto. Para os abajures, indico o uso de lâmpadas amarelas que aumentam a sensação de calor. As velas têm a capacidade de iluminar, aquecer, proporcionar relaxamento e trabalhar a questão sensorial, quando perfumadas.

Fonte: Pinterest

Autora: Arquiteta Ana Brito